Acervo

book-1867171_1920

Lista de obras que fazem parte do acervo do CEPEDI

Acervo pessoal do professor Rafael

REGISTRO

CEPEDI/RAFAEL

REFERÊNCIA COMPLETA DA OBRA    (conforme ABNT)
001 TURSI, Antonio. Politica 2.0: blog, Facebook, Wikileaks – ripensare la sfera publica. Milano: Mimesis, 2011
002 LEMOS, André; LÉVY, Pierre. O futuro da internet: em direção a uma ciberdemocracia. São Paulo: Paulus, 2010.
003 LÉVY, Pierre. Ciberdemocracia. Lisboa: Instituto Piaget, 2002.
004 FRAGOSO, Suely; RECUERO, Raquel; AMARAL, Adriana. Métodos de pesquisa para internet. Poro Alegre: Sulina, 2011.
005 CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.
006 CASTELLS, Manuel. O poder da identidade. São Paulo: Paz e Terra, 1999.
007 CASTELLS, Manuel. Comunication power. New York: Oxford, 2009.
008 ZARTARIAN, Vahé; NOËL, Emile. Cibermundos: que futuro? Porto: Ambar, 2002.
009 VALERIANI, Augusto. Twitter factor: come i nuovi media cambiano la política Internazionale. Bari: Laterza, 2011.
010 FERNANDES, José Manuel. Liberdade e informação. Lisboa: FFMS, 2011.
011 STRINGA, Paola. Blogdemocrazia: Come si forma oggi l’opinione pubblica. Roma: Carocci, 2011.
012 BALDINI, Paolo. Lezioni di Diritto dell’informazione e della comuncazione. Bologna: Libreria Bonomo Editrice, 2003.
013 CARDOSO, Gustavo. A mídia na Sociedade em Rede. Rio de Janeiro: FGV, 2007.
014 CASTELLS, Manuel. Fim do Milênio. São Paulo: Paz e Terra, 1999.
015 VIEIRA, Liszt. Cidadania e globalização. Rio de Janeiro: Record, 2005.
016 LOADER, Brian D. A política do ciberespaço: política, tecnologia e reestruturação global. Lisboa: Instituto Piaget, 1997.
017 GUZZI, Drica. Web e participação: a democracia no século XXI. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2010.
018 RIEFFEL, Rémy. Sociologia dos Media. Porto: Porto Editora, 2003.
019 RIVA, Giuseppe. I social network. Bologna: Il Mulino, 2010.
020 ORDUÑA, Octavio I. Rojas et al. Blogs: revolucionando os meios de comunicação. São Paulo: Thomson Learning, 2007.
021 MATTELART, Armand. La mundialización de la comunicación. Barcelona: Ediciones Paidós Ibérica, SA, 1998.
022 MAGALHÃES, José. Rumo ao espaço comum informativo? O caso da directiva sobre a liberdade de informação em matéria de ambiente nas comunidades europeias. Coimbra: Coimbra Editora, 1991.
023 ASCENSÃO, José de Oliveira et al. Direito da sociedade da informação. Volume III. Coimbra: Coimbra Editora, 2002.
024 ARANA CHALCO, Juan Francisco. El derecho del mañana: nuevos apuntes Del derecho informático. Peru: Eco. Editores, 2012.
025 FARIA, Cristiano Ferri Soares de. O parlamento aberto na era da internet: pode o povo colaborar com o Legislativo na elaboração de leis? Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2012.
026 GOMES, Pedro Gilberto; BRITTOS, Valério Cruz (Orgs.). Comunicação e governabilidade na América Latina: São Leopoldo: Unisinos, 2008.
027 BARZOTTO, Luis Fernando. A democracia na Constituição. São Leopoldo: Unisinos, 2005.
028 GONZÁLEZ, Rodrigo Stumpf (Org.). Perspectivas sobre participação e democracia no Brasil. Ijuí: Unijuí, 2007.
029 LANER, Vinicius Ferreira. Comunicação, desenvolvimento e democracia: uma análise crítica da mídia brasileira à luz do direito à informação e à liberdade de imprensa. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2004.
030 LEAL, Rogério Gesta (Org.). Administração pública e participação social na América Latina. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2005.
031 WOLTON, Dominique. Internet, e depois? Uma teoria crítica das novas mídias. 3. ed. Tradução de Isabel Crossetti. Porto Alegre: Sulina, 2012.
032 FRAGOSO, Suely; MALDONADO, Alberto Efendy (Orgs.). A internet na América Latina. São Leopoldo: Unisinos; Porto Alegre: Sulina, 2009.
033 RECUERO, Raquel. Redes sociais na internet. 2. ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.
034 SÁNCHEZ BRAVO, Álvaro. A nova sociedade tecnológica: da inclusão ao controle social: a Europ@ é  exemplo? Tradução de Clovis Gorczevski. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2010.
035 SÁNCHEZ BRAVO, Álvaro. Internet y La Sociedad Europeia de La información: implicaciones para lós ciudadanos. Sevilla: Universidad de Sevilla: 2001.
036 MEZZAROBA, Orides; MONTEIRO, Cláudia Servillha. Manual de metodologia da pesquisa no Direito. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2009.
037 NUNES, Rizzatto. Manual da Monografia Jurídica. 9. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.
038 BITTAR, Eduardo C. B. Metodologia de Pesquisa Jurídica: teoria e prática da monografia para os cursos de Direito. 11. Ed. São Paulo: Saraiva, 2013.
039 CARVALHO, Salo de. Como não se faz um trabalho de conclusão: provocações úteis para orientadores e estudantes de direito. 2. Ed. São Paulo: Saraiva, 2013.
040 BERNARDES, Marciele Berger. Democracia na Sociedade Informacional: o desenvolvimento da democracia digital nos municípios brasileiros. São Paulo: Saraiva, 2013.
041 GERMAN, Christiano [et.at.] (Org.). Informação e Democracia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2000.
042 ANDERSON, Schreiber (Coord.). Direito e Mídia. São Paulo: Atlas, 2013.
043 PAMPLONA FILHO, Rodolfo; CERQUEIRA, Nelson. Metodologia de Pesquisa em Direito e Filosofia. São Paulo: Saraiva, 2013.
044 LE MONDE DIPLOMATIQUE. Democracia eletrônica: desafios para América Latina?. Santiago: Editorial Aún Creemos em Los Sueños, 2010.
045 PIANA, Ricardo Sebastian. Gobierno Eletronico: gobierno, tecnologias y reformas. La Plata: Univ. Nacional de La Plata, 2007.
046 SANDEN, Ana Francisca Moreira de Sousa. A Proteção de Dados Pessoais do Empregado no Direito Brasileiro: um estudo sobre os limites na obtenção e no uso pelo empregador da informação relativa ao empregado. São Paulo: LTr, 2014
047 MATRINS, Guilherme Magalhães (Coord.). Direito Privado e Internet. São Paulo: Atlas, 2014.
048 PAULINO, Fernando Oliveira. Responsabilidade Social da Mídia: análise conceitual e perspectivas de aplicação no Brasil, Portugal e Espanha. Brasília: Casa das Musas, 2009.
049 MENEZES, Eliana da costa Pereira. Informática e Educação Inclusiva: discutindo limites e possibilidades. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2006.
050 BRAZ, Rodrigo; GERALDES, Elen (Org.); GOMIDE, Carla; HAJE, Lara (Org.); LEAL, Sayonara (Org.); PAULINO, Fernando Oliveira; RAMOS, Murilo César (Org.); VALENTE, Jonas. Políticas de Comunicações: um estudo comparado: Brasil, Espanha, Estados Unidos, México e Venezuela. Salamanca: Comunicación Social Ediciones y Publicaciones, 2012.
051 PAULINO, Fernando Oliveira (Org.). Luscocomum: transparência, governança, accountability e comunicação social. Brasília: Casa das Musas, 2009.
052 REIS, Márlon. O Gigante Acordado: manifestações, ficha limpa e reforma política. Rio de Janeiro: LeYa, 2013.
053 BEÇAK, Rubens. Democracia: hegemonia e aperfeiçoamento. São Paulo: Saraiva, 2014.
054 SCHERER-WARREN, Ilse. Redes de Movimentos Sociais. São Paulo: Edições Loyola, 2011.
055 FLAIN, Valdirene Silveira (Org.); SILVA, Rosane Leal da (Org.). O Direito da Criança e do Adolescente em Tempos de Internet: do bullying ao cyberbullying. Santa Maria: Centro Universitário Franciscano, 2013.
056 PAESANI, Liliana Minardi. Direito e Internet: liberdade de informação, privacidade e responsabilidade civil. São Paulo: Atlas, 2012.
057 BRAVO, Álvaro Sánchez (Ed.). Derechos Humanos y Protección de Datos Personales em el Siglo XXI: homenaje a Cintia Castillo Jiménez. España: Punto Rojo Libros, 2013.
058 BAUMAN, Zygmunt. Vigilância Líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.
059 ARAUJO, Luiz Ernani Bonesso de (Org.); SILVA, Rosane Leal da (Org.); TYBUSCH, Jerônimo Siqueira (Org.). Direitos Emergentes na Sociedade Global: anuário do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFSM. Ijuí: Ed. Unijuí, 2013.
060 GOHN, Maria da Glória. Sociologia dos Movimentos Sociais. São Paulo: Cortez, 2014.
061 BRINGEL, Breno M. (Org.); GOHN, Maria da Glória (Org.). Movimentos Sociais na Era Global. Petrópolis: Vozes, 2014.
062 FERNANDES, Edson; ROSENO, Ricardo de Freitas. Protesta Brasil: das redes sociais às manifestações de rua. São Paulo: Prata Editora, 2013.
063 GROSSMAN, Lawrence K. La Republica Elettronica. Roma: Editori Riuniti, 1997.
064 MARTINS, Leonardo; DIMOULIS, Dimitri. Teoria Geral dos Direitos Fundamentais. São Paulo: Atlas, 2012.
065 OLIVEIRA, Rafael Santos de; SILVA, Rosane Leal da (Org.). Direito e Novas Mídias. Curitiba: Íthala, 2015.
066 OLIVEIRA, Rafael Santos de (Org). Direito e novas tecnologias da informação. Curitiba: Íthala, 2015.
067 OLIVEIRA, Rafael Santos de; BUDÓ, Marília De Nardin (Orgs). Mídias e direitos da sociedade em rede. Ijuí: Unijuí, 2014.
068 SCHOUERI, Luís Eduardo (Org). Internet: o Direito na era virtual. 2. Ed. Rio de Janeiro: Forense, 2001.
069 OLIVO, Luis Carlos Cancellier de. Direito e Internet: a regulamentação do ciberespaço. 2. Ed. Florianópolis: UFSC, 1999.
070 Cadernos Adenauer, XV, 2014, n. 4. Cibersegurança. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2015.
071 Revista de Informação Legislativa. Senado Federal, n. 205, ano 52, março. Brasília: Senado Federal, 2015.
072 DAHL, Robert A. Sobre a democracia. Brasília: Universidade de Brasília, 2001.
073 GOYARD-FABRE, Simone. O que é democracia?: a genealogia filosófica de uma grande aventura humana. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
074 NASCIMENTO, Valéria Ribas do. O tempo das reconfigurações do constitucionalismo: os desafios para uma cultura cosmopolita. São Paulo: LTr, 2011.
075 ROVER, Aires (Org). Direito, sociedade e informática: limites e perspectivas da vida digital. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2000.
076 NEVES, Ricardo. O novo mundo digital: você já está nele: oportunidades, ameaças e as mudanças que estamos vivendo. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2007.
077 Revista de Direito. Universidade Federal de Viçosa. Volume 7, número 2, julho/dezembro, 2015
078 Pensar. Revista de Ciências Jurídicas. Volume 19, número 3, setembro/dezembro, 2014.
079 RADDATZ, Vera Lúcia Spacil (Org). Educação e comunicação para os direitos humanos. Ijuí: Unijuí, 2015.
080 HERKENHOFF, João Baptista. Como funciona a cidadania. 2.ed. Manaus: Valer, 2001.
081 GORDILHO, Heron José de Santana. Abolicionismo animal. Salvador: Evolução, 2008.
082 SILVA, Rosane Leal da (Org). O Poder Judiciário na sociedade em rede: jurisdição, informação e transparência. Curitiba: Multideia, 2015.
083 CONAR. Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária. Autorregulamentação e Liberdade de Expressão: a receita do CONAR. [s.l]; [s.d].
084 KEINERT, Tânia Margarete Mezzomo et al (Org). Proteção à privacidade e acesso às informações em saúde: tecnologias, direitos e ética. São Paulo: Instituto de Saúde, 2015.
085 DE LUCCA, Newton; SIMÃO FILHO, Adalberto; LIMA, Cíntia Rosa Pereira de (Coords.) Direito & Internet III – Tomo I: Marco Civil da Internet (Lei 12.965/2014). São Paulo: Quartier Latin, 2015.
086 DE LUCCA, Newton; SIMÃO FILHO, Adalberto; LIMA, Cíntia Rosa Pereira de (Coords.) Direito & Internet III – Tomo II: Marco Civil da Internet (Lei 12.965/2014). São Paulo: Quartier Latin, 2015.
087 CASTELLS, Manuel. O poder da comunicação. São Paulo/Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.
088 GOHN, Maria da Glória. Novas teorias dos movimentos sociais. 5. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2014.
089 GOHN, Maria da Glória. Manifestações de 2013 no Brasil e praças dos indignados no mundo. Petrópolis, RJ: Voze, 2014.
090 FORTES, Vinícius Borges. Os direitos de privacidade e a proteção de dados pessoais na internet.  Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2016.
091 JESUS, Damásio de; MILAGRE, José Antonio. Marco Civil da Internet: comentários à Lei n. 12.965, de 23 de abril de 2014. São Paulo: Saraiva, 2014.
092 PINHEIRO, Patrícia Penk. Direito digital. 6. ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Saraiva, 2016.
093 MENEGAZZI, Piero Rosa. A efetivação do direito à informação no meio ambiente do trabalho: contribuições do pensamento sistêmico da teoria da complexidade e do estudo dos riscos. São Paulo: LTr, 2011.
094 REVISTA Jurídica Cesumar – Mestrado. V. 16, n. 2, maio/ago. 2016. ISSN 1677-6402

(artigo: OLIVEIRA, Rafael Santos de; SALLA, mariana Fenalti; BERTOLDO, Jaqueline. Ciberconsumidor ativista e o Decreto 7.962/2013: encontros e desencontros nos critérios de avaliação do consumo virtual.)

095 LIMBERGER, Têmis. Cibertransparência: informação pública em rede – a virtualidade e suas repercussões na realidade. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2016.
096 COSTA, Rubens Antonio Andrade. Movimentos sociais em rede: junho de 2013 e a Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Curitiba: Apris, 2016.
097 FIGUEIREDO, RUBENS (Org). Junho de 2013: a sociedade enfrenta o Estado. São Paulo: Summus, 2014.
098 JASPER, James M. Protesto: uma introdução aos movimentos sociais.Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2016.
099 CARLESSO, Andressa Dibi. A utilização das redes sociais virtuais como meio de prova no processo do trabalho. Curitiba: CRV, 2017.

Acervo pessoal da professora Nina

REGISTRO

CEPEDI/NINA

REFERÊNCIA COMPLETA DA OBRA    (conforme ABNT)
001 DWORKING, Ronald. Domínio da vida: Aborto, eutanásia e liberdades individuais. São Paulo: Martins Fontes, 2003
002 ACQUAVIVA, Marcus Cláudio. Teoria Geral do Estado. São Paulo: Saraiva, 2000.
003 FIGUEIREDO, Marcelo. Teoria Geral do Estado. São Paulo: Atlas, 2001.
004 JUNIOR, José Cretella; NETO, José Cretella; 1.000 Perguntas e respostas sobre teoria geral do estado. Rio de Janeiro: Forense, 2001.
005 CICCO, Claudio de; GONZAGA; Alvaro de Azevedo. Teoria Geral do Estado e Ciência Política. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2011.
006 SOARES, Mário Lúcio Quintão. Teoria do Estado: novos paradigmas em face da globalização. São Paulo: Atlas S.A, 2008.
007 MIRANDA, Jorge. Teoria do Estado e da Constituição. Rio de Janeiro: Forense, 2002.
008 NETO, Alcimor Rocha et al/ Organizadores: Lier Pires Ferreira, Ricardo Guanabaram, Vladimyr Lombardo Jorge. Curso de Teoria Geral do Estado. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.
009 MENEZES, Anderson de. Teoria Geral do Estado. Rio de Janeiro: Forense, 2002.
010 DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de Teoria Geral do Estado. São Paulo: Saraiva, 2002.
011 BASTOS, Celso Ribeiro. Curso de Teoria do Estado e Ciência Política. São Paulo: Saraiva, 1999.
012 DIAS, Reinaldo. Ciência Política. São Paulo: Ed. Atlas S.A, 2008
013 FERREIRA, Lier Pires (Org.); GUANABARA, Ricardo (Org.); JORGE, VLADIMYR Lombardo Jorge (Org.). Curso de Ciência Política: Grandes autores do pensamento moderno. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.
014 BONAVIDES, Paulo. Ciência Política. São Paulo: Malheiros, 2002.
015 WEFFORT, Francisco C. Os clássicos da política 1. São Paulo: Ed. Ática, 2002.
016 WEFFORT, Francisco C. Os clássicos da política 2. São Paulo: Ed. Ática, 2002.
017 COSTA, Nelson Nery. Ciência Política. Rio de Janeiro: Forense, 2006
018 CASTRO, Celso Antonio Pinheiro de; FALCÃO, Leonor Peçanha; Ciência Política: Uma introdução. São Paulo: Atlas, 2004.
019 STRECK, Lenio Luiz. Verdade e Consenso: Constituição, Hermenêutica e Teorias Discursivas. Rio de Janeiro: Lumens Juris, 2006.
020 CHEVALLIER, Jacques. O Estado Pós-Moderno. Belo Horizonte: Fórum, 2009.
021 JUNIOR, Osvaldo Agripino de Castro. Teoria e Prática do Direito Comparado e Desenvolvimento: Estados Unidos x Brasil. Florianópolis: Boiteux, Unigranrio, Ibradd, 2002.
022 SOUZA, Nelson Oscar de. Manual de Direito Constitucional. Rio de Janeiro: Forense, 2006.
023 BRANDÃO, Paulo de Tarso. Ações Constitucionais: Novos Direitos e Acesso á Justiça. Florianópolis: Habitus, 2001
024 MENDES, Gilmar Ferreira. Direitos Fundamentais e Controle de Constitucionalidade. São Paulo: Saraiva, 2007.
025 VELOSO, Zeno. Controle Jurisdicional e Constitucionalidade. Belo Horizonte: Del Rey, 2003.
026 QUEIROZ, Cristina. Direito Constitucional: As instituições do Estado Democrático e Constitucional. Coimbra: Ed. Coimbra, 2009.
027 SOARES, Guido Fernando Silva. Common Law: Introdução ao Direito dos Eua. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.
028 RAMOS, Dircêo Torrecillas. O Federalismo Assimétrico. Rio de Janeiro: Fonense, 2000.
029 AZEVEDO, Marcia Maria Corrêa de. Prática do Processo Legislativo: Jogo Parlamentar. São Paulo: Ed. Atlas, 2001.
030 SALDANHA, Nelson. O jardim e a praça. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, 2006.
031 FILHO, Manoel Gonçalves Ferreira. O Poder Constituinte. São Paulo: Saraiva, 2007.
032 GIAMBIAGI, Fabio (Org.). REIS, José Guilherme (Org.); URANI, André (Org.). Reformas no Brasil: Balanço e Agenda. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2004.
033 RAMOS, Elival da Silva. Ativismo Judicial: Parâmetros Dogmáticos. São Paulo: Saraiva, 2010.
034 NAY, Olivier. História das Ideias Políticas. Petrópolis: Vozes, 2007.
035 SCHILLING, Voltaire. As grandes correntes do pensamento: Da Grécia Antiga ao Neoliberalismo. Porto Alegre: Age, 1998.
036 SANTOS, Sergio Roberto Leal dos. Manual de Teoria da Constituição. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2008.
037 TAVARES, André Ramos. Curso de Direito Constitucional. 2 ed. rev. e ampl. São Paulo: Saraiva, 2003.
038 MENDES, Gilmar Ferreira; COELHO, Inocêncio Mártires; BRANCO, Paulo Gustavo Gonet. Curso de Direito Constitucional. São Paulo: Saraiva, 2007.
039 MIRANDA, Jorge. Manual de Direito Constitucional. Tomo II. Coimbra: Ed. Coimbra, 2000.
040 MARTINS, Elony Terezinha Cerezer. Direito Constitucional: análise das questões dos concursos de ingresso à carreira do Ministério Público. Porto Alegre: Livraria do Advogado , 2005.
041 NASCIMENTO, Valéria Ribas do. O Tempo das Reconfigurações do Constitucionalismo: os desafios para uma cultura cosmopolita. São Paulo: LTr, 2011.
042 HÄBERLE, Peter. Os problemas da verdade no estado constitucional. tradução: Urbano Carvelli. Porto Alegre: Sérgio Antonio Fabris Editor, 2008
043 NEVES, Marcelo. Transconstitucionalismo. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.
044 SILVA, José Afonso da. Aplicabilidade das Normas Constitucionais. 6ª ed. 3ª Tiragem. São Paulo: Malheiros Editores, 2004.
045 MORAES, Alexandre de. Jurisdição Constitucional e Tribunais Constitucionais: garantia suprema da constituição. 2ª Ed. São Paulo: Atlas, 2003.
046 CENEVIVA, Walter. Direito Constitucional Brasileiro. 3ª ed. atual. São Paulo: Saraiva, 2003.
047 VIEIRA, Oscar Vilhena. A Constituição e sua reserva de justiça: um ensaio sobre os limites materiais ao poder de reforma.  São Paulo: Malheiros Editores, 1999.
048 FERREIRA FILHO, Manoel Gonçalves. Aspectos do Direito Constitucional Contemporâneo. São Paulo: Saraiva, 2003.
049 MARTINS, Ives Gandra da Silva (Coord). As vertentes do direito constitucional contemporâneo. Rio de Janeiro: América Jurídica, 2002.
050 ARAÚJO, Marcelo Labanca Corrêa de. Jurisdição Constitucional e Federação: o princípio da simetria na jurisprudência do STF. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.
051 BARROSO, Luís Roberto. Curso de Direito Constitucional Contemporâneo: os conceitos fundamentais e a construção do novo modelo. São Paulo: Saraiva, 2009.
052 CAETANO, Marcello. Manual de Ciência Política e Direito Constitucional. Tomo I. Coimbra: Almedina, 2003.
053 MUTA, Luis Carlos Hiroki. Direito Constitucional: organização do Estado e dos Poderes. Tomo II. Rio de Janeiro, Elsevier, 2008.
054 BARROSO, Luís Roberto. O direito Constitucional e a efetividade de suas normas: limites e possibilidades da Constituição Brasileira. 7ª ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2003.
055 STRECK, Lenio Luiz. Jurisdição Constitucional e Hermenêutica : uma nova crítica do Direito. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2002.
056 SHÄFER, Jairo (Org.). Temas Polêmicos do Constitucionalismo Contemporâneo. Florianópolis: Conceito Editorial, 2007.
057 OLIVEIRA, Erival da Silva. Prática Constitucional. 3ª ed. ver. e atual. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2010.
058 BERCOVICI, Gilberto. Soberania e Constituição: para uma crítica do Constitucionalismo. São Paulo: Quartier Latin, 2008.
059 SILVA, Virgílio Afonso da (Org.). Interpretação Constitucional. São Paulo: Malheiros Editores, 2005.
060 COUTINHO; Jacinto Nelson de Miranda; MORAIS, Jose Luis Bolzan de; STRECK, Lenio Luiz (Organizadores). Estudos Constitucionais. Rio de Janeiro: Renovar, 2007.
061 ALMEIDA, Vânia Hack de. Controle de Constitucionalidade. Porto Alegre: Verbo Jurídico, 2005.
062 HÄBERLE, Peter. Estado Constitucional Cooperativo. Rio de Janeiro: Renovar, 2007.
063 BARROSO, Luís Roberto. O Controle de Constitucionalidade no Direito Brasileiro: exposição sistemática da doutrina e análise crítica da jurisprudência. 2ª ed. rev e atual. São Paulo, Saraiva, 2006.

Acervo vinculado ao projeto (des)controle da blogosfera (com financiamento do CNPq – ano 2012) [projeto encerrado]

REGISTRO REFERÊNCIA COMPLETA DA OBRA
001 CASTELLS, Manuel. A galáxia da Internet: reflexões sobre a internet, negócios e a sociedade. Tradução Maria Luiza X. de A. Borges. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.
002 PALFREY, John; GASSER, Urs. Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração de nativos digitais. Porto Alegre: Artmed, 2011.
003 DAHL, Robert A. A democracia e seus críticos. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012.
004 PARENTE, André (Org.). Tramas da rede: novas dimensões filosóficas, estéticas e políticas da comunicação. Porto Alegre: Sulina, 2010.
005 VELOSO, Renato. Tecnologias da Informação e Comunicação: desafios e perspectivas. São Paulo: Saraiva, 2011.
006 PRIMO, Alex. Interação mediada por computador: comunicação, cibercultura, cognição. 3 ed. Porto Alegre: Sulinas, 2011.
007 LIMA, Venício Artur de. Regulação das comunicações: história, poder e direitos. São Paulo: Paulus, 2011.
008 LEÃO, Lucia (Org.). Derivas: cartografias do ciberespaço. São Paulo: Annablume; Senac, 2004.
009 MOREIRA, Rousiley Celi; GOMES, Wilson; MARQUES, Francisco Paulo Jamil Almeida. Internet e participação política no Brasil. Porto Alegre: Sulina, 2011.
010 CREMADES, Javier. Micropoder: a força cidadão na era digital. São Paulo: Senac, 2009.
011 SHOEMAKER, Pamela; VOS, Tim P. (Tradução: Vivian Nickel). Teoria do gatekeeping: construção e seleção da notícia. Porto Alegre: Penso, 2011.
012 LÉVY, Pierre. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. São Paulo: Edições Loyola, 1998.
013 MORIGI, Valdir José; GIRARDI, Ilza Maria Tourinho; ALMEIDA, Cristovão Domingues de. Comunicação, informação e cidadania: refletindo práticas e contextos. Porto Alegre: Sulina, 2011.
014 CARDON, Dominique. A democracia internet: promessas e limites. Trad. Nina Vincent e Tiago Coutinho. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.
015 GOMES, Wilson. MAIA, Rousiley C. M. (Orgs). Comunicação e democracia: problemas & perspectiva. São Paulo: Paulus, 2008.
016 SANTAELLA, Lucia. Navergar no ciberespaço: o perfil cognitivo do leitor imersivo. São Paulo: Paulus, 2008.
017 PAESANI, Liliana Minardi. Direito e Internet: liberdade de informação, privacidade e responsabilidade civil. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2012.
018 LEMOS, André (Org). Cidade digital: portais, inclusão e redes no Brasil. Salvador: EDUFBA, 2007.
019 GERMANO, Luiz Paulo Rosek. Direito de resposta. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2011.
020 PEREIRA, Guilherme Döring Cunha. Liberdade e responsabilidade dos meios de comunicação. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2002.
021 FISS, Owen M. A ironia da liberdade de expressão: estado, regulação e diversidade na esfera pública. Rio de Janeiro: Renovar, 2005.
022 SARAVIA, Henrique; MARTINS, Emílio Matos; PIERANTI, Octavio Penna (Orgs.) Democracia e regulação dos meios de comunicação de massa. Rio de Janeiro: FGV, 2008.
023 MAIA, Rousiley C. M. Mídia e Deliberação. Rio de janeiro: FGV, 2008.
024 LIMA, Venício A. de. Mídia: Crise política e poder no Brasil. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2006.
025 MCQUAIL, Denis. Atuação da mídia: comunicação de massa e interesse público. Porto Alegre: Penso, 2012.
026 LIMA, Venício de. Liberdade de expressão x Liberdade de imprensa: direito à comunicação e democracia. São Paulo: Publisher Brasil, 2010.
027 LIMBERGER, Têmis. O direito à intimidade na era da informática: a necessidade de proteção dos dados pessoais. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007.
028 MELO, José Marques de. Os caminhos cruzados da comunicação: política, economia e cultura. São Paulo: Paulus, 2010.
029 GOMES, Angela de Castro (Org). Direitos e cidadania: justiça, poder e mídia. Rio de Janeiro, FGV, 2007.
030 WOLF, Mauro. Teorias das comunicações de massa. Tradução de Karina Jannini. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.
031 PRIEST, Susanna Hornig. Pesquisa de mídia: introdução. Tradução de Karla Costa Reis. 2. ed. Porto Alegre: Penso, 2011.
032 LEONARDIN, Marcell. Tutela e privacidade na internet. São Paulo: Saraiva, 2012.
033 FRAGOSO, Suely; MALDONADO, Alberto Efendy. Internet na América Latina. São Leopoldo: Unisinos; Porto Alegre: Sulina, 2009.
034 LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Tradução de Carlos Irineu da Costa. 2. ed. Rio de Janeiro: Ed. 34, 2010.
035 CHARNESKI, Heron (Coord). A liberdade na era digital. Porto Alegre: IEE, 2011.
036 PINHEIRO, Patricia Peck. Direito Digital. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.
037 GOZZO, Débora (Coord.). Informação e direitos fundamentais: a eficácia horizontal das normas constitucionais. São Paulo: Saraiva, 2012.
038 BITELLI, Marcos Alberto Sant´Anna. O direito da comunicação e da comunicação social. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2004.
039 CORRÊA, Gustavo Testa. Aspectos jurídicos da internet. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.
040 MATTELART, Armand. História da sociedade da informação. 2. ed.Tradução de Nicolás Nyimi Campanário. São Paulo: Loyola, 2006.
041 RODRIGUES JUNIOR, Álvaro. Liberdade de expressão e liberdade de informação: limites e formas de controle. Curitiba: Juruá, 2009.
042 STRAUBHAAR, Joseph; LAROSE, Robert. Comunicação, mídia e tecnologia. Tradução de José Antonio Lacerda Duarte. São Paulo: Thomson Learning, 2004.
043 SILVA, Alexandre Assunção e. Liberdade de expressão e crimes de opinião. São Paulo: Atlas, 2012.
044 PAESANI, Liliana Minardi (Coord.). O direito na sociedade da informação . v. 2. São Paulo: Atlas, 2009.
045 SARLET, Ingo Wolfgang (Org). Direitos fundamentais, informática e comunicação: algumas aproximações. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007.
046 CAZELOTTO, Edilson. Inclusão digital: uma visão crítica. São Paulo: Senac SP, 2008.
047 BRETON, Philippe. A incompetência democrática: a crise da palavra na origem do mal-estar na política. Tradução de Constancia M. Egrejas Morel. São Paulo: Loyola, 2008.
048 SCHITTINE, Denise. Blog: comunicação e escrita íntima na internet. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.
049 HEWITT, Hugh. Blog: entenda a revolução que vai mudar o seu mundo. Tradução de Alexandre Martins Morais. Rio de Janeiro: Thomas Nelson, 2007.
050 LECLERC, Henri; THÉOLLEYRE, Jean-Marc. As mídias e a justiça: liberdade de imprensa e respeito ao direito. Tradução de Carlos Aurélio Mota de Souza. Bauru, SP: Edusc, 2007.
051 MATTOS, Sérgio. Mídia controlada: a história da censura no Brasil e no mundo. São Paulo: Paulus, 2005.
052 UGARTE, David de. O poder das redes: manual ilustrado para pessoas, organizações e empresas, chamadas a praticar o ciberativismo. Porto Alegre: EdiPucrs, 2008.
053 INTERVOZES, Coletivo Brasil de Comunicação Social. Sistemas Públicos de comunicação no mundo: experiências de doze países e o caso brasileiro. São Paulo: Paulus, 2009.
054 SANTAELLA, Lucia; LEMOS, Renata. Redes sociais digitais: a cognição conectiva do Twitter. São Paulo: Paulus, 2010.
055 BARBOSA FILHO, André; CASTRO, Cosette; TOME, Takashi (Orgs.). Mídias digitais: convergência tecnológica e inclusão digital: São Paulo: 2005.
056 ANTOUN, Henrique (Org.) Web 2.0: participação e vigilância na era da comunicação distribuída. Rio de Janeiro: Mauad X, 2008.
057 SHIRKY, Clay. A cultura da participação: criatividade e generosidade no mundo conectado. Tradução de Celina Portocarrero. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.
058 LEMOS, André. Cibercultura: tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 5. ed. Porto Alegre: Sulina, 2010.
059 SOURIOUX, Jean-Louis; LERAT, Pierre. Análise de texto: método geral e aplicações no direito. Tradução de Joana Canêdo. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
060 MATTAR, João. Metodologia científica na era da informática. 3. ed. rev. atual. São Paulo: Saraiva, 2008.
061 MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2011.
062 MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7. ed. 5. reimpr. São Paulo: Atlas, 2011.
063 GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. 4. reimpr. São Paulo: Atlas, 2011.
064 BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2011.
065 GIL, Antonio Carlos. Estudo de caso. São Paulo: Atlas, 2009.
066 NICOLACI-DA-COSTA, Ana Maria (Org). Cabeças digitais: o cotidiano na era da informação. Rio de Janeiro: PUC-Rio; São Paulo: Loyola, 2006.
067 FONSECA, Homero. Blogosfera. Rio de Janeiro: Calibán, 2010.
068 RECUERO, Raquel. A conversação em rede: comunicação mediada pelo computador e redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2012.
069 SILVEIRA, Sérgio Amadeu da; JOSGRILBERG, Fábio Botelho (Orgs.). Tensões em rede: os limites e possibilidades da cidadania na internet. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2012.
070 MELO, José Marques de (Org). Síndrome da mordaça: mídia e censura no Brasil. São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2007.
071 MORAES, Dênis de. O Planeta Mídia: tendências da comunicação na era digital. Campo Grande: Letra Livre, 1998.
072 MORAES, Dênis de (Org.). Sociedade Midiatizada. Rio de Janeiro: Mauad, 2006.
073 CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. Tradução de Angela S. M. Corrêa. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2012.
074 MELO, José Marques de; SATHLER, Luciano (Orgs.). Direitos à comunicação na sociedade da informação. São Paulo: Universidade Metodista de São Paulo, 2005.
075 MELO, José Marques de; et.al. (Orgs). Sociedade do conhecimento: aportes latino-americanos. São Bernardo do Campo: UMESP: Cátedra Unesco para o Desenvolvimento Regional, 2005.
076 [Revista] Comunicação & Sociedade. Ciberativismo Latino-Americano. Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social; Universidade Metododista de São Paulo. São Bernardo do Campo: UMESP, 2007. ano 28. n. 47. 1º semestre de 2007
077 [Revista] Comunicação & Sociedade. Opinião Pública na Idade Mídia. Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social; Universidade Metododista de São Paulo. São Bernardo do Campo: UMESP, 2008. ano 28. n. 46. 2º semestre de 2008
078 [Revista] Comunicação & Sociedade. Divulgação Científica e Poder Midiático. Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social; Universidade Metododista de São Paulo. São Bernardo do Campo: UMESP, 1998.  n. 29.
079 [Revista] Comunicação & Sociedade. Internet. Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social; Universidade Metododista de São Paulo. São Bernardo do Campo: UMESP, 1997.  n. 28.
080 [Revista] Comunicação & Sociedade. Comunicação e Política. Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social; Universidade Metododista de São Paulo. São Bernardo do Campo: UMESP, 1996.  n. 26.
081 MIÈGE, Bernard. A sociedade tecida pela comunicação: técnicas da informação e da comunicação entre inovação e enraizamento social. Tradução de Florence Trazet. São Paulo: Paulus, 2009.
082 FERRIGOLO, Noemi Mendes Siqueira. Liberdade de expressão: direito na sociedade da informação – mídia, globalização e regulação. São Paulo, Pillares, 2005.
083 TRIVINHO, Eugênio. A dromocracia cibercultural: lógica da vida humana na civilização mediática avançada. São Paulo: Paulus, 2007.
084 CARNICEL, Amarildo; FANTINATTI, Márcia (Orgs.). Comunicação e cidadania: possibilidades e interpretações. Campinas, SP: CMU, 2008.
085 BEZZON, Lara Andréa Crivelaro (Org.). Comunicação, política e sociedade. Campinas, SP: Alínea, 2005.
086 DI FELICE, Massimo (Org.). Do público para as redes: a comunicação digital e as novas formas de participação social. São Caetano do Sul, SP: Difusão, 2008.
087 CEBRIÁN, Juan Luis. A rede: como nossas vidas serão transformadas pelos novos meios de comunicação. Tradução de Lauro Machado Coelho. São Paulo: Summus, 1999.
088 CASIMIRO, Sofia de Vasconcelos. A responsabilidade civil pelo conteúdo da informação transmitida pela internet. Coimbra: Almedina, 2000.
089 CHRISTOFOLETTI, Rogério; MOTTA, Luiz Gonzaga (Orgs.). Observatórios de mídia: olhares da cidadania. São Paulo: Paulus, 2008.
090 MORAES, Dênis de (Org.). Por uma outra comunicação. 5. ed. Rio de Janeiro: Record, 2010.
091 DOWNING, John D. H.  Mídia radical: rebeldia nas comunicações e movimentos sociais. Tradução de Silvana Vieira. 2. ed. São Paulo: Senac, 2004.
092 BRANDÃO, Marco. Dimensões da inclusão digital. São Paulo: All Print, 2010.
093 PRETTO, Nelson De Luca; SILVEIRA, Sérgio Amadeu da (Org). Além das redes de colaboração: internet, diversidade cultural e tecnologias do poder. Salvador: EDUFBA, 2008.
094 MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de Metodologia científica. 7. ed.São Paulo: Atlas, 2010.
095 SIVA, Vaidhyanathan. A Googlelização de tudo: (e por que devemos nos preocupar): a ameaça do controle total da informação por meio da maior e mais bem-sucedida empresa do mundo virtual. Tradução Jeferson Luiz Camargo. São Paulo: Cultrix, 2011.
096 ASSANGE, Julian; APPELBAUM, Jacob; MÜLLER-MAGUHN, Andy; ZIMMERMANN, Jérémie. Cypherpunks: liberdade e o futuro da internet. Tradução de Cristina Yamagami. São Paulo: Boitempo, 2013.
097 PARISER, Eli. O filtro invisível: o que a internet está escondendo de você. Tradução Diego Alfaro. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.
098 VIRILIO, Paul. A arte do motor. Tradução Roberto Pires. São Paulo: Estação Liberdade, 1996.
099 LÉVY, Pierre. Cibercultura. 3. ed. Tradução de Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Ed. 34, 2010.
100 PRIMO, Alex. (Org). A interações em rede. Porto Alegre: Sulina, 2013.
101 BARROSO, Luís Roberto. Curso de Direito Constitucional contemporâneo: os conceitos fundamentais e a construção do novo modelo. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.
102 MARQUES, Garcia. MARTINS, Lourenço. Direito da Informática. 2. ed. Coimbra: Almedina, 2006.
103 TOLLER, Fernando M. O formalismo na liberdade de expressão: discussão da diferenciação entre restrições prévias e responsabilidades ulteriores. Tradução de Frederico Bonaldo. São Paulo: Saraiva, 2010.
104 GOHN, Maria da Glória. Movimentos sociais e redes de mobilizações civis no Brasil Contemporâneo. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.
105 CASTELLS, Manuel. Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. Tradução Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.
106 GOHN, Maria da Glória. Teorias dos Movimentos Sociais: paradigmas clássicos e contemporâneos. 10. ed. São Paulo: Loyola, 2012.
107 BARROSO, Luís Roberto. A dignidade da pessoa humana no direito constitucional contemporâneo: a construção de um conceito jurídico à luz da jurisprudência mundial. Belo Horizonte: Fórum, 2013.
108 PEREIRA, Marcelo Cardoso. Direito à intimidade na internet. Curitiba: Juruá, 2011.
109 RIFKIN, Jeremy. A era do acesso. Tradução Maria Lucia G.L. Rosa. São Paulo: Makron Books, 2001.
110 LÈVY, Pierre. O que é o virtual? Tradução de Paulo Neves. 2. ed. São Paulo: Ed.34, 2011.
Anúncios